sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Momentos de Reflexão

Deixarei de correr por vales e gargantas,Se, na tranqüilidade de minhas águas,Houver o espelho nítido e profundoOnde se reflita o gesto de tuas mãosE a graça do teu rosto.Então adormecerei no fundo de mim mesmoE sobre meus olhos abertos para a eternidade"...

Nenhum comentário:

Postar um comentário