segunda-feira, 30 de maio de 2011

Um dia voce disse: Senhor....

Eu me humilharei
Teu nome  gritarei
Como criança eu serei, mas olha pra mim
Tuas vestes tocarei, na figueira subirei,
Aos teus pés eu chorarei, mas olha pra mim

Olha pra mim Senhor
Olha pra mim, preciso do Teu olhar
Olha pra mim pois eu preciso
Pois eu preciso do teu olhar

Eu me humilharei
Teu nome eu gritarei
Como criança eu serei, mas olha pra mim
Tuas vestes tocarei, na figueira subirei,
Aos teus pés eu chorarei, mas olha pra mim

Olha pra mim, Senhor

Vecê se lembra quando voce disse:

Eu me humilharei
Teu nome  gritarei
Como criança eu serei, mas olha pra mim
Tuas vestes tocarei, na figueira subirei,
Aos teus pés eu chorarei, mas olha pra mim

Olha pra mim Senhor
Olha pra mim, preciso do Teu olhar
Olha pra mim pois eu preciso
Pois eu preciso do teu olhar

Eu me humilharei
Teu nome eu gritarei
Como criança eu serei, mas olha pra mim
Tuas vestes tocarei, na figueira subirei,
Aos teus pés eu chorarei, mas olha pra mim

Olha pra mim, Senhor

Citação

Paulo Coelho:
"Nem tudo está errado.
Até mesmo um relógio parado consegue estar certo duas vezes ao dia." 
  Às vezes construímos pequenos sonhos em cima de grandes pessoas,
mas com o passar do tempo, percebemos que grandes mesmo eram os nossos sonhos,
e as pessoas eram pequenas demais para eles.

Eu sei em quem eu tenho crido

nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado;

Todavia eu me alegrarei no SENHOR; exultarei no Deus da minha salvação.

O SENHOR Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. 

 
 

Pegadas na areia

Uma noite eu tive um sonho… Sonhei que estava andando na praia com o Senhor
e através do Céu, passavam cenas da minha vida.
Para cada cena que se passava, percebi que eram deixados
dois pares de pegadas na areia;
Um era meu e o outro do Senhor.
Quando a última cena da minha vida passou
Diante de nós, olhei para trás, para as pegadas
Na areia e notei que muitas vezes, no caminho da
Minha vida havia apenas um par de pegadas na areia.
Notei também, que isso aconteceu nos momentos
Mais difíceis e angustiantes do meu viver.
Isso entristeceu-me deveras, e perguntei
"- Senhor, Tu me disseste que, uma vez
que eu resolvi seguir-Te, Tu andarias sempre
comigo, todo o caminho. Contudo, notei que
durante as maiores atribulações do meu viver
havia na areia dos caminhos da vida,
apenas um par de pegadas. Não compreendo
porque nas horas em que mais necessitava de Ti,
Tu me deixaste sozinho."
O Senhor me respondeu:
"- Meu querido filho. Eu te amo e
jamais te deixaria nas horas de provação
e sofrimento.
Quando viste na areia, apenas um par
de pegadas, foi exactamente aí que nos braços te carreguei."