terça-feira, 11 de outubro de 2011

Hebreus 11:6

"Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam"

2 Coríntios 4.7

"Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós. "  2 Coríntios 4.7

O apóstolo Paulo nos mostra no texto acima um aparente paradoxo: tesouros em vasos de barro. O Senhor se revela como o Oleiro (Jr. 18), e nós, como sua criação, somos o barro do qual é formado um vaso utilizado conforme a Sua vontade. 


O preparo para este vaso é intenso. Tão frágil, era usado para guardar desde água até pergaminhos e tesouros.
Feito de água e lama, o que torna consistente, o vaso é moldado pelas mãos do Oleiro, que durante o manuseio sente as imperfeições e as escórias que possam existir. 

Trabalhando lenta e manualmente, o Oleiro busca moldar o vaso para o fim que Ele deseja.
Deus colocou o seu tesouro precioso em nós, a vida Dele que age de acordo com o Espírito em cada vaso de barro. Disponha-se a ser moldado por Ele e para Ele em todas as circunstâncias!
Carla Priscilla
Portas Abertas Brasil

Eclesiastes 3.1

"Para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu. "
Eclesiastes 3.1


O ser humano moderno se acostumou a desrespeitar os ciclos naturais da vida e a usar a inteligência dada por Deus para recriar uma atmosfera artificial que promova um crescimento acelerado para tudo.

Com isso, muitos cristãos não aceitam mais viver os ciclos de plantação, germinação, crescimento, fortalecimento e reprodução planejados pelo nosso criador em suas vidas. Querem crescer rápido, se expandir logo e conquistar tudo em pouco tempo. 

Na agricultura, o uso de aditivos químicos para o desenvolvimento acelerado e a maturação das frutas, verduras, legumes e cereais, tira a vitalidade desses alimentos, e consequentemente a função primordial deles em nosso organismo. 

Há tempo de nascer e de morrer, de se esforçar e de descansar, de sofrer e de curtir, de falar e de se calar, de orar e de testemunhar. Estes ciclos naturais se aplicam a todas as áreas da nossa vida: física, espiritual, escolar, profissional, ministerial, entre outras. 

Que sejamos todos como a árvore plantada junto ao rio, que no devido tempo dá o seu fruto, cheio de força vital. Se tivermos nossas raízes plantadas na fonte de águas vivas, que é Jesus, tudo o que fizermos será bem sucedido.

Tenha intimidade com o Senhor

O profeta Oséias disse “conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva serôdia que rega a terra”

Faça a Diferença

E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Rm. 12-2